Ir direto para menu de acessibilidade.
Acesse o canal do servidor
Início do conteúdo da página
MAPA ESTRATÉGICO

Ministério lança Nova Estratégia da Infraestrutura e apresenta planejamento para o quadriênio

Publicado: Terça, 09 de Abril de 2019, 16h59 | Última atualização em Quinta, 18 de Abril de 2019, 16h35

nova estratégia ministroSer líder em termos de infraestrutura na América Latina. Esse é um dos objetivos do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para os próximos anos à frente da Pasta. A afirmação foi feita no evento de lançamento do Planejamento Estratégico do Ministério da Infraestrutura, nesta segunda-feira (8), em Brasília (DF). O plano está representado no novo Mapa Estratégico, instrumento com as diretrizes do ministério para a gestão de 2019 a 2022. 

“Hoje o Brasil ocupa a 9ª posição em termos de qualidade de infraestrutura no continente e nós temos que transformar esse cenário. Então esse é o desafio que tem que nos mover e é por isso que vamos encarar este planejamento estratégico com toda força e energia para fazê-lo sair do papel”, afirmou o ministro. “Nossa meta é superar os desafios que teremos para cumprir a missão da instituição e atingir a sua visão de futuro. Temos uma série de iniciativas que vão transformar a logística no Brasil”, completou. 

Mapa Estratégico

O Mapa foi desenvolvido respeitando três perspectivas básicas: resultados para a sociedade, foco de atuação e processos internos. O funcionamento harmônico e sinérgico entre elas é fundamental para o alcance da Missão e a concretização da Visão do Ministério. Confira o detalhamento de cada uma dessas diretrizes:

  • RESULTADOS PARA A SOCIEDADE – Essa perspectiva contém os objetivos que envolvem o impacto direto à sociedade. É subdividido em três temáticas: Competitividade, Segurança e Satisfação. Buscam melhorar a competitividade da infraestrutura logística nacional, promover a segurança dos usuários e bens transportados e melhorar o nível o dos serviços de trânsito e transportes.
  • FOCO DE ATUAÇÃO – É subdividido em três frentes: Inovação e Desburocratização, Eficiência Logística e Sustentabilidade Econômica. Buscam aperfeiçoar processos, fortalecer a articulação institucional, consolidar o planejamento integrado do setor de transportes, otimizar a distribuição, assegurar a qualidade da infraestrutura de transportes, incrementar a participação privada e otimizar a aplicação de recursos. O alinhamento dos processos e das instituições vinculadas à Pasta reflete em resultados para a sociedade.
  • PROCESSOS INTERNOS - É subdividido em quatro frentes: Governança, Informações, Infraestrutura e Pessoas. Buscam aprimorar a gestão corporativa, aperfeiçoar a disponibilidade de informações, prover infraestrutura corporativa tecnológica e desenvolver competências individuais. O bom funcionamento dos processos internos sustenta e dá subsídios ao foco de atuação.

O Mapa Estratégico da Infraestrutura é fruto do trabalho dos técnicos do Ministério da Infraestrutura, e teve como base a Política Nacional de Transportes (PNT). Além disso, ele contemplou o alinhamento com as diretrizes na nova gestão e as de longo prazo do governo. O documento serve como referencial para os gestores na condução eficaz da instituição.

Clique aqui é confira o Caderno da Estratégia 2019-2022

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Fim do conteúdo da página